{{countNotification}} Usuário 0
Perfil
Usuário 0
Perfil
Carteira 0
Depósito
Apostas 0
Apostas
futebol futebol

Liga dos Campeões

História

Inspirado nos moldes do Campeonato Sul-Americano de Campeões de 1948, a criação da Copa dos Campeões da Europa é creditada a dois jornalistas franceses do L'Équipe, Jacques Ferran e Gabriel Hanot. Rapidamente, já no ano de 1955, a competição teve seu início com a primeira partida em Lisboa, entre Partizan, da Sérvia, e o mandante Sporting, de Portugal.

1955 a 1966 - Os primeiros 10 anos

Os primeiros anos da Copa dos Campeões – Champions League tiveram a dominância de um velho conhecido da competição, o Real Madrid. A equipe da capital espanhola, comandada pelo craque argentino Di Stéfano, emendou cinco títulos seguidos nos cinco primeiros anos.

Foi só na temporada 1960/61, que os merengues foram perder pela primeira vez. Na oportunidade, o Barcelona eliminou o rival nas primeiras rodadas e foi derrotado apenas na final pelo Benfica. O clube português, também seria campeão na temporada seguinte, contra a dinastia do Real Madrid, que não teve chances contra o craque Eusébio.

Em busca do tricampeonato, o Benfica ainda tentou na temporada 1962/63, mas foi derrotado pelo Milan na final. Além disso, o rival dos rossoneros, a Internazionale, também teve seu momento de glória, levantando a taça nos dois anos seguintes.

1967 a 1969 - Britânicos em festa

A terra onde o futebol começou demorou alguns anos para conseguir o título da Copa dos Campeões – Champions League. Antes até do que os ingleses, a Escócia conquistou seu primeiro título com o Celtic, que venceu a Inter de Milão na final.

Na temporada seguinte, o Manchester United, recuperado da tragédia aérea de Munique, tornou-se o primeiro time inglês campeão da competição.

1970 a 1973 - Holandeses dominam

O futebol holandês sempre teve grandes nomes no esporte e isso se refletiu no título da Copa dos Campeões – Champions League. Primeiro com o Feyenoord Rotterdam, que venceu o Celtic em 1970. E depois, com o 'Futebol Total' do Ajax de Amsterdam, que contava com Johan Cruyff e o grande treinador Rinus Michels. Juntos, Cruyff e Michels conquistaram três edições seguidas da competição.

1974 a 1976 - Finalmente Bayern

Franz Beckenbauer, Sepp Maier, Gerd Müller, Uli Hoeneß e Paul Breitner, esses são os craques que deram três títulos seguidos da Copa dos Campeões – Champions League para o Bayern de Munique. A equipe alemã seguiu os passos do “Futebol Total” do Ajax e deu muito certo.

1977 a 1985 - Liverpool, Forest e Villa

Entre 1977 e 1985, o Liverpool decidiu entrar de cabeça na Copa dos Campeões – Champions League e se tornou o primeiro clube a conquistar quatro títulos da liga desde o Real Madrid.

Além dos Reds, o Nottingham Forest conquistou o torneio duas vezes, ao vencer o Malmö e o Hamburgo em sequência. Por fim, o Aston Villa, em 1982, tornou- se a quarta equipe inglesa a levantar a taça do campeonato continental.

Em 1985, o Liverpool defendia o título contra a Juventus, mas acabou derrotado por 1 a 0. O primeiro título da Vecchia Signora acabou ofuscado por conta de um grande confronto entre torcedores, que causou a morte de 39 pessoas. Após esse conflito, conhecido como a Tragédia de Heysel, o Liverpool recebeu severas punições.

1986 a 1992 - Campeões Inéditos

Foi durante esse período que Porto (Portugal), PSV (Holanda), Estrela Vermelha (Sérvia), Steaua Bucareste (Romênia) e Barcelona conquistaram seus títulos da Copa dos Campeões – Champions League. O Barcelona, aliás, era apelidado de “Dream Team” e comando pelo gênio Johan Cruyff.

1993 - O nascimento da Champions League

Pensando na estrutura do campeonato e como faturar mais, a UEFA decidiu remodelar o campeonato e começou pelo nome.

O torneio agora passaria a se chamar UEFA Champions League, com ações de marketing maiores e direitos de televisão. O primeiro campeão foi o Olympique de Merseille, da França.

1994 a 1999 - Final do século XX

O final do século XX na Champions League foi marcado por uma surpresa no meio de equipes. O Borussia Dortmund conquistou o título pela primeira vez em 1997, após derrotar a poderosa Juventus (que havia vencido o campeonato no ano anterior).

Além disso, o ano de 1998 foi muito importante para uma equipe: o Real Madrid. Os espanhóis encerraram um jejum de 32 anos sem vencer a Champions League contra a Juventus.

2000 a 2002 - Novo domínio do Real

Assim como no começo da competição, o Real voltou a dominar a Champions League, conquistando a taça em 2000 contra seu compatriota Valencia e também em 2022, contra o Bayer Leverkusen.

Entre esses dois títulos está o retorno do Bayern de Munique, que ganhou a taça em 2001 também contra o Valencia.

2003 a 2004 - Milan x Juve e Porto de Mourinho

Na temporada 2022/23 da Champions League, a final ficou entre Milan e Juventus. A equipe rossonera conquistou o título, fazendo com que Paolo Maldini levantasse a taça 40 anos após seu pai, Cesare Maldini.

Em 2004, uma surpresa. Com gols de Carlos Alberto, Deco e Alenichev, o Porto foi campeão da Champions League contra o Mônaco. Foi o primeiro título da competição para José Mourinho.

2005 a 2008 - Ronaldinho, Milan e a volta dos ingleses

Em 2005, o título tinha tudo para ficar com o Milan. Afinal, ganhando por 3 a 0, é muito difícil de perder. Porém, o Liverpool acreditou até o fim e conseguiu empatar a partida, levando-a para os pênaltis.

A vitória dos Reds ficou conhecida como o “Milagre de Istambul”. Mas em 2007 teria a vingança. Com grande atuação de Kaká e dois gols de Inzaghi, o Milan saiu com seu sétimo título de Champions League.

O Barcelona de 2006 tinha um time incrível, porém, seu adversário eram os invencíveis do Arsenal.

Comandados por Thierry Henry, os gunners tentavam seu primeiro título, mas foram parados pelos catalães, que contavam com a genialidade de Ronaldinho Gaúcho e com a estrela de Belletti.

Por fim, em 2008 chegou a vez de uma das maiores estrelas da Champions League começar seu caminho de títulos. Cristiano Ronaldo ajudou o Manchester United a vencer o Chelsea nos pênaltis e voltar a conquistar o título continental.

2014 a 2018 - Real Madrid domina com Barcelona isolado

A não ser em 2015, quando o Barcelona conquistou o título da Champions League contra a Juventus – com um dos maiores trios da história do futebol – Messi, Suárez e Neymar, o Real Madrid mostrou porque é o maior time do mundo.

Os merengues, com Cristiano Ronaldo à frente de grandes jogadores, conquistaram os títulos de 2014, 2016, 2017 e 2018, batendo o Atlético de Madrid duas vezes, a Juventus em 2017 e o Liverpool em 2018.

2020 a 2021 - Champions x COVID-19

A pandemia do coronavírus prejudicou o andamento da temporada 2019/20 da Champions League, que decidiu se isolar para as fases finais e jogar as partidas em Lisboa, Portugal.

Nesta temporada, o Bayern de Munique conquistou o título de maneira invicta, derrotando o PSG de Neymar na grande final.

Em 2020/21 não foi diferente. Os torcedores ainda não puderam acompanhar do estádio a Champions League.

Essa, por sua vez, foi decidida entre dois times ingleses, Chelsea e Manchester City. Os citizens lutaram pela sua primeira conquista, mas Kai Havertz marcou e deu mais um título para os Blues.

2022 - Real Madrid sem CR7

Após dificuldades em se adaptar com a saída do principal jogador, o Real Madrid atingiu um grande nível de jogo e conquistou mais uma Champions League.

A dupla Vini Jr. e Benzema foi essencial para a conquista da 14ª taça da competição, em uma grande final contra o Liverpool.

Formato

A Champions League teve algumas variações no formato e número de participantes. Atualmente, 32 equipes classificam-se para a fase de grupos da competição. Divididas igualmente em grupos de quatro clubes, jogam seis rodadas (turno e returno).

Ao final, as duas primeiras colocadas de cada chave avançam para a próxima fase. A partir do mata-mata, os confrontos são ida e volta - com o quesito de gols fora de casa como critério de desempate - e a grande final é disputada em uma única partida em um campo neutro, previamente determinado.

Curiosidades

  • Composto em 1992 pelo músico inglês Tony Britten, o hino da Champions League é uma adaptação de Zadok the Priest de George Frideric Händel, música tocada na coroação de monarcas britânicos. Cantado nas três línguas oficiais da UEFA (inglês, francês e alemão), ele tocou pela primeira vez na temporada 1992/93.
  • Uma característica marcante da competição é o troféu. Apelidado por narradores, aqui no Brasil, de 'orelhuda', o objeto é desejo de todos os clubes europeus e o principal símbolo da conquista da competição. Hoje, temos a quinta versão do troféu, encomendado por Hans Bangerter, então secretário-geral da UEFA, após o Real Madrid ser autorizado a ficar com a original em 1967.
  • O lendário estádio Wembley é o que mais sediou finais de Champions League. Foram sete decisões no campo inglês. A última foi entre os clubes alemães Bayern de Munique e Borussia Dortmund, que resultou no quinto título do Bayern.
  • O jogador que mais disputou partidas da Champions League foi o goleiro espanhol Iker Casillas, com 179 partidas por Real Madrid e Porto. O atleta que mais vezes foi campeão é Francisco Gento. O atacante fez parte dos primeiros seis títulos da história do Real Madrid.>
  • As duas maiores goleadas da história da competição foram de 8 a 0. Em 2007, o Liverpool aplicou o placar no Besiktas, em Anfield. Já em 2015, o Real Madrid goleou o Malmö, no Santiago Bernabéu.>
  • O jogo com mais gols foi Borussia Dortmund 8 x 4 Légia Varsóvia, disputado na Alemanha em 2016.>
  • Os treinadores mais vitoriosos da Champions League têm três conquistas : Zidane (Real Madrid), Bob Paisley (Liverpool) e Carlo Ancelotti (duas com Milan e uma com o Real Madrid).

Premiação

  • Fase de grupos: 15,6 milhões de euros (R$ 86,7 milhões)
  • Vitória na fase de grupos: 2,8 milhões de euros (R$ 15,5 milhões)
  • Empate na fase de grupos: 930 mil euros (R$ 5,1 milhões)
  • Oitavas de final: 9,6 milhões de euros (R$ 53,2 milhões)
  • Quartas de final: 10,6 milhões de euros (R$ 58,8 milhões)
  • Semifinal: 12,5 milhões de euros (R$ 69,3 milhões)
  • Vice-campeão: 15,5 milhões de euros (R$ 86 milhões)
  • Campeão: 20 milhões de euros (R$ 111 milhões)
  • A premiação se refere a 55% do total distribuído pela Uefa. O restante é repassado aos clubes de acordo com o coeficiente atingido ao longo do torneio e são calculados somente no fim da Liga dos Campeões.

Maiores campeões

A Champions League está há muitos anos na ativa. Obviamente, com seus nomes anteriores, muitas equipes já fizeram história ao alcançar o tão sonhado título. O Real Madrid sempre foi a equipe com mais conquistas da competição, mesmo com 32 anos de jejum entre 1966 e 1998. Confira a lista completa dos campeões:

CLUBETÍTULOS
Real Madrid14
Milan7
Bayern de Munique6
Liverpool6
Barcelona5
Ajax4
Manchester United3
Internazionale3
Juventus2
Chelsea2
Nottingham Forest2
Benfica2
Porto2
Borussia Dortmund1
Celtic1
Hamburgo1
Steaua Bucareste1
Olympique de Merseille1
Aston Villa1
Feyernood1
PSV1
Estrela Vermelha1

Maiores artilheiros

Com 5 taças da Champions League e muita história, Cristiano Ronaldo é o maior artilheiro da história da competição. Além disso, em segundo lugar vem Messi, protagonizando mais um capítulo de uma das maiores rivalidades individuais da história do futebol. Confira o top 10 dos artilheiros da Champions:

JOGADORGOLS
Cristiano Ronaldo140
Lionel Messi129
Robert Lewandowski91
Karim Benzema*86
Raúl González71
Ruud van Nistelrooy60
Andriy Shevchenko59
Thomas Müller*53
Thierry Henry51
Filippo Inzaghi50

*Ainda em atividade na Champions League 2022/23 com números sujeitos à alteração.

Jogadores com mais partidas

Entre os jogadores com mais partidas na Champions League, novamente chamamos atenção para Cristiano Ronaldo. Por muito tempo e até hoje considerado o Senhor Champions League. Se liga no top 10 jogadores que mais atuaram na competição.

JOGADORJOGOS
Cristiano Ronaldo183
iker Casillas177
Lionel Messi157
Xavi151
Ryan Giggs145
Karim Benzema*144
Raúl González142
Paolo Maldini135
Thomas Müller*134
Andrés Iniesta130

*Ainda em atividade na Champions League 2022/23 com números sujeitos à alteração.

Porque apostar na JKBet?

A JKBet é a melhor casa de apostas da América do Sul. Aqui você confere os jogos da Champions League para apostar. Tudo isso com as melhores odds e mercados para você se dar bem nos palpites.

Além disso, a JKBet conta com promoções exclusivas e um atendimento de primeira, 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Junte-se à Torcida JKBet!